4.8.06

Nau sem rumo
Rubem Garcia – O Coringa

mistos de mistério e misericórdia
súplicas e suplícios à beira do caminho
rosas a se perderem em conta dos espinhos,
vicissitudes e virtudes estão misturadas...
E todos feneceram, na vertigem mascarada,
Não restou mais alegria,
nem sobrou mais nada,
sem consolo soçobrou a nau,
dessa mentira tão bem maquinada
e a verdade ainda não foi contada.

Um comentário:

  1. eta vida de peao em, inclusive no visual,rsrsr, xero nego.

    ResponderExcluir

Diga ai...